Momento APAMT

NOTÍCIAS

A doença mental no contexto organizacional: como identificar, tratar e prevenir

Saiba + >>

Presidente da APAMT participa no Seminário Sul Brasileiro da ANAMT

Saiba + >>

Mês de conscientização

 

Saiba + >>

Curso de Atualização APAMT reúne médicos de diversas localidades em Curitiba

Saiba + >>


Você sabia que sócio APAMT participa gratuitamente de todas as reuniões científicas promovidas ao longo do ano e ainda concorre a uma inscrição para o Congresso/Jornada de Foz do Iguaçu?

PERFIL DO MÉDICO DO TRABALHO

Uma vida em equilíbrio

Trabalho, família, animais de estimação e exercícios físicos; é assim que o Dr. Hermann Valentim Guimarães divide seus dias e afazeres. Médico formado pela UFPR, onde também fez residência médica em Medicina do Trabalho, é casado, tem três filhas (duas dentistas e uma jornalista) e atua como servidor estadual no Hospital do Trabalhador, em Curitiba, onde exerce a coordenação da Unidade Saúde do Trabalhador (UST-HT).

No HT ocupou diversos cargos gerenciais, como Chefe do Laboratório, Serviço de Apoio Diagnóstico e Terapêutico e também foi Diretor Técnico do Hospital. Participou da elaboração do Regimento Interno do Corpo Médico e da instalação do comitê de ética em pesquisa, época em que o HT foi reconhecido como Hospital de Ensino pelo Ministério da Educação.

"O maior desafio de minha trajetória profissional na unidade hospitalar foi o credenciamento do programa de residência em Medicina do Trabalho HT/UFPR , quando conseguimos duas novas vagas de especialização a cada ano, após visita de verificação da Comissão de Residência Médica do Estado. A conquista foi motivo de grande satisfação por entendermos que este é o padrão-ouro na formação do médico especialista. Nesta etapa contamos com a relevante participação do Prof. Lozovey.

Além dele, o apoio de todos os dirigentes da APAMT sempre foi fator de incentivo para o sucesso na formação de Médicos do Trabalho" relembra.

Natural de Jaguariaíva-PR, Dr. Hermann ocupa o tempo livre com esportes, família e os cachorros de estimação. "Sempre fui apreciador de esportes, jogava tênis recreativamente por alguns anos e, apesar de afastado da prática, pude realizar o desejo de assistir ao torneio de Roland Garros em 2015". Para manter a forma e a saúde ele frequenta a academia de 3 a 4 vezes por semana, atividade que é complementada com caminhadas e passeios com os galgos da casa. O neto Lucas (de um ano e três meses) é o primeiro e motivo maior de alegria para o Dr. Hermann e toda família.

 


Dr. Hermann com a família

Formatura de residência Médica do Trabalho com residentes e preceptores

AGENDA

15/07 - 3ª Reunião Científica APAMT: Lesões de membros superiores: do 1° atendimento à reabilitação (Curitiba)

16/09 - SAVE THE DATE: APAMT e ABRH-PR promovem em Curitiba o 1° encontro Paranaense de Medicina do Trabalho e RH.

30/11 e 01/12 - Congresso e Jornada APAMT (Foz do Iguaçu)

ANIVERSARIANTES

Aniversariantes de Junho

03 - Luma Stefanelo Loro
10 - Jannice Adriana Tomasi
21 - Alexandre Zatera
29 - Josiane da Silva Nunes
30 - Ana Maria Kerr Saraiva Szymanski

Aniversariantes de Julho

01 - Ana Carolina Schiavon
03 - Paulo Roberto Zetola
14 - Cezar Augusto Presibella
16 - Mauricio Mayrinck Falcão
18 - Juliana Ribas Teixeira
21 - Clauson Teodoro de Souza
26 - Juliano de Trotta
26 - Nelson Luis Valaski
29 - Jefferson Nicolelli Ramos

ARTIGO

Centro de Assistência para intoxicação

A quantidade de casos de intoxicação é cada vez maior, segundo dados do DATASUS (2013) no Brasil temos mais de 12 mil casos de intoxicações por dia, sendo um óbito para cada 1000 ocorrência, o que significa 12 mortes todos os dias, e estes números são crescentes.

No estado do Paraná, a população - em especial os profissionais de saúde - contam com o apoio do Centro de Controle de Envenenamentos do Paraná - CCE/PR. Criado pela Resolução SESA n° 528/2016 o CCE/PR é um estabelecimento de saúde de referência em Toxicologia Clínica e em acidentes por animais peçonhentos, no SUS.

O Centro oferece atendimento em regime de plantão permanente por teleconsultoria e/ou presencial 24 horas, com o objetivo de prover informação toxicológica aos profissionais de saúde e às instituições e prestar assistência às pessoas expostas ou intoxicadas por meio número 0800-41-0148.

Dr. Ramon Cavalcanti Ceschim
Médico do Trabalho da SESA,
com atuação no Centro de Controle de Envenenamento do Paraná.